Alienação Fiduciária Veículo

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (Sem votos)
Loading...

Você já ouviu falar na alienação fiduciária? Ela nada mais é do que uma garantia aplicada a propriedades, móveis ou imóveis que tem como base a transferência de bens para o pagamento de uma dívida. Sendo assim, esse modelo de garantia pode ser aplicado tanto a casas novas, quanto a veículos. A seguir você adquire mais informações de como retirar a alienação fiduciária para o seu veículo.

Como Retirar Alienação Fiduciária Veículo

Como Retirar Alienação Fiduciária Veículo

Como Retirar Alienação Fiduciária Veículo

Para retirar a alienação fiduciária alguns procedimentos devem ser realizados, de acordo com o Detran do Estado. No Rio Grande do Sul, por exemplo, é necessário se dirigir até o CRVA da cidade com o RG, CPF e o CRV anterior. No caso de alienação fiduciária, as restrições feitas pelo SNG são liberadas de forma eletrônica pelo agente financeiro.

Sendo assim, após o pagamento de todas as parcelas, cabe ao banco informar o DETRAN de que o veículo está pago e é totalmente seu.

Alienação Fiduciária Veículo Consulta

Algumas unidades do DETRAN possibilitam que pela internet se faça a consulta de Restrições, ou seja, por meio dela você descobre como anda a sua alienação fiduciária e se a mesma já foi retirada. Se você é morador do Paraná, por exemplo, pode efetuar a consulta no site http://www.detran.pr.gov.br/modules/catasg/servicos-detalhes.php?tema=veiculo&id=82.  Basta informar o chassi do veículo e o código da imagem de controle.

Alienação fiduciária veículo busca e apreensão

Como saber se o Veículo está Quitado?

Uma grande dúvida de todos os motoristas que compraram seus veículos por financiamentos é saber se o mesmo já está quitado, após o pagamento de todas as parcelas. Esse tipo de consulta pode ser feita pela internet e recebe o nome de consulta ao SNG ou GRAVAME. Diversas unidades do Detran possibilitam essa consulta, como o Detran PA. Você só precisa acessar o site http://www.detran.pa.gov.br/sistransito/detran-web/servicos/veiculos/indexSNG.jsf,  informar o número do chassi e os caracteres da imagem ao lado. Mesmo que você não more no PA, acesse o portal do DETRAN de seu Estado e procure por uma consulta parecida.

Veículo com Alienação Fiduciária pode ser Vendido

Se você está interessado em um veículo, o primeiro passo é verificar suas restrições, sele possui alienação fiduciária. Se a resposta for sim, você pode até comprá-lo, mas ele não irá passar para o seu nome, até que o financiamento seja quitado.

Veículo com Alienação Fiduciária pode ser Vendido

Veículo com Alienação Fiduciária pode ser Vendido

Sendo assim, é preciso tomar muito cuidado e pensar antes de efetuar a compra. Há vezes ainda que o veículo já foi quitado, mas a instituição não deu baixa no GRAVAME. Nesses casos, o motorista deve solicitar que o banco atualize a informação e assim, você poderá comprá-lo e passá-lo para o seu nome.

Veículo com Alienação Fiduciária pode ser Transferido

Muitos cuidados devem ser tomados antes de você transferir o seu veículo. O primeiro é que a instituição financeira deve sempre ficar sabendo e deve autorizar esse procedimento. Caso contrário, um contrato só terá validade entre o vendedor e o comprador. Ou seja, se o banco não autorizar a transferência e mesmo assim o veículo for vendido, todas as cobranças serão feitas no nome daquele que contratou o financiamento, e não do comprador.

No caso da transferência acontecer sem a autorização do banco, aquele que solicitou o financiamento estará cometendo um crime e poderá até mesmo ser preso.

Consulta Alienação Veículo SP

O DETRAN de São Paulo possibilita a consulta da situação do veículo por meio do site do Ministério da Fazenda. Com essa consulta você adquire informações sobre as infrações, multas e débitos, além de saber sobre a alienação fiduciária. Para fazê-la basta acessar https://www.ipva.fazenda.sp.gov.br/IPVANET_Consulta/Consulta.aspx,  informar o RENAVAM, a placa, o código da imagem e clicar em “Consultar”.

 

Recomendados para você:

Comente (será moderado)