Veículo com Alienação Fiduciaria pode ser Transferido

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (Sem votos)
Loading...

A alienação fiduciária é uma garantia para o seu veículo – ou imóvel – que consiste na transferência de bens como pagamento da dívida. Essa garantia está presente em diversos tipos de financiamentos e a alienação fiduciária é retirada após o veículo estar quitado. Muitos motoristas possuem uma série de dúvidas envolvendo essa garantia, como prosseguir no caso de transferência e venda. Para tirar essas dúvidas, continue lendo a seguir.

Veículo com Alienação Fiduciária pode ser Vendido

A recomendação é que antes de vender um veículo você termine de pagar todas as parcelas do seu financiamento. Isso porque a instituição financeira precisa autorizar a venda e se isso não acontecer, mas mesmo assim você resolver vender, corre o risco do comprador não arcar com as parcelas e o seu nome ficar no SERASA.

Veículo com Alienação Fiduciaria pode ser Transferido

Veículo com Alienação Fiduciaria pode ser Transferido

Isso porque com a alienação fiduciária, mesmo que você faça um contrato, ele só valerá entre você e o comprador. Sendo assim, as cobranças sempre virão para você. O veículo só poderá ser passado para outro nome após a quitação do financiamento.

Como Retirar Alienação Fiduciária Veículo

Para retirar a alienação fiduciária do veículo o primeiro passo é quitar todas as parcelas do seu financiamento. Se mesmo assim o status do veículo ainda é com a alienação, você deve entrar em contato com a instituição financeira, pois muitas vezes elas demoram a atualizar o GRAVAME.

Depois do contato com a instituição, ela tem o papel de entrar em contato com o DETRAN para avisar que o veículo está quitado e pago.

Como saber se o Veículo está Quitado

Quem deseja saber se o seu veículo está quitado pode realizar diversos tipos de consultas pela internet, como a consulta do GRAVAME ou a consulta de situação do veículo. Também é possível entrar em contato com a instituição financeira para verificar o status do seu financiamento e se está tudo em ordem.

O mesmo também pode ser verificado por meio do DETRAN, mas corre o risco da instituição ainda não ter avisado o órgão. A seguir você vai ver como consultar a alienação fiduciária de um veículo.

Como saber se o Veículo está Quitado

Como saber se o Veículo está Quitado

Alienação Fiduciária Veículo Consulta

Diversas unidades do Detran possibilitam que os motoristas efetuem esse tipo de consulta pela internet, como é o caso do DETRAN do Paraná. É possível realizar a consulta de Restrições no link http://www.detran.pr.gov.br/modules/catasg/servicos-detalhes.php?tema=veiculo&id=82,  basta informar o chassi e os caracteres da imagem.

No mesmo site você ainda encontra informações para retirar a alienação fiduciária do veículo: http://www.detran.pr.gov.br/modules/catasg/servicos-detalhes.php?tema=veiculo&id=58.

Veículo com Restrição de Alienação Fiduciária pode fazer Vistoria

A vistoria do veículo pode ser feita após a quitação da dívida, em até 15 dias. O objetivo dessa vistoria é tirar o veículo do nome da instituição e passar para o seu. Para realizar a vistoria será necessário pagar um DUDA com um determinado código. Dessa forma, após dar a baixa no gravame comercial, você poderá realizar a vistoria e o veículo será seu.

Antes de quitar a dívida não é possível efetuar esse tipo de vistoria.

O que significa alienação fiduciária veículo

A alienação fiduciária acontece sempre que o consumidor deseja efetuar a compra de um veículo e opta pelo financiamento bancário. Dessa forma, o consumidor acabando assinando um contrato com o banco e combina em efetuar a retirada do veículo em um estabelecimento. Isso faz com que o consumidor se torne um devedor, sendo preciso efetuar o pagamento das parcelas mensais diretamente ao banco, para que possa ter total controle sobre o veículo.

Isso significa que o carro ainda não é totalmente do consumidor, mas sim do banco. O veículo só passará a ser do consumidor no momento que ele quitar todas as parcelas. Quando o consumidor terminar as parcelas, deve dar baixa no GRAVAME, para que o veículo seja transferido para o seu nome.

Alienação fiduciária veículo consulta

A consulta da alienação fiduciária permite que o condutor descubra se já houve a baixa do GRAVAME e se o veículo já passou para o seu nome. Em algumas situações, de acordo com o tipo de financiamento realizado, a baixa é efetuada automaticamente assim que a última parcela é paga. Em outras, o próprio condutor deve realizar algumas ações para que a baixa aconteça.

A consulta ao cadastro de restrições ou ao Sistema Nacional de Gravame, permite obter essas informações. Cada DETRA disponibiliza um portal para consulta. No Paraná, por exemplo, os condutores podem consultar por aqui: http://www.detran.pa.gov.br/sistransito/detran-web/servicos/veiculos/indexSNG.jsf.

Alienação fiduciária veículo busca e apreensão

Você sabia que se deixar de pagar as parcelas do financiamento por um bom tempo, corre o risco de ter o seu veículo apreendido? Isso mesmo: pela lei, quando o consumidor não efetua os pagamentos há alguns meses, o banco tem o direito de pegar o veículo para si, efetuando a busca e apreensão do mesmo.

Entretanto, para evitar isso, o consumidor deve procurar a instituição financeira e renegociar a dívida, para que seja possível continuar com o financiamento.

Veículo com restrição de alienação fiduciária pode fazer vistoria

Não, a vistoria do veículo só é permitida quando o consumidor termina de pagar as parcelas do seu veículo. Com isso, a instituição financeira deve informar ao DETRAN que você efetuou o pagamento e então acontece a baixa no GRAVAME, o que resulta no veículo sendo passado para o seu nome. Isso pode levar até 15 dias após o pagamento da última parcela.

Somente após isso você poderá agendar e realizar a vistoria do seu veículo.

Como retirar alienação fiduciária veículo

Além de terminar de pagar as parcelas do financiamento, para que o veículo passe para o seu nome, também é preciso efetuar o pagamento de uma DUDA referente a baixa do GRAVAME. Com isso, comparece na unidade do DETRAN com o comprovante de pagamento e seus documentos, e solicite a transferência do veículo.

 

 

Recomendados para você:

Comente (será moderado)