Placas de Trânsito: Saiba o que Significa Cada uma Delas

Home > Blog > Placas de Trânsito: Saiba o que Significa Cada uma Delas

Qualquer pessoa que ande pelas ruas e estradas sabe da existência das placas de trânsito mesmo que não saiba identificar todas elas. As placas não estão aonde estão por acaso e elas são extremamente importante para ajudar a comandar o fluxo de carros, para garantir segurança e um trânsito sem acidentes.

Todo motorista aprende a respeito dela durante as aulas para a obtenção da Carteira Nacional de Habilitação (CNH), mas existem tantas e nem sempre é fácil decorar todas elas. Então, conheça mais sobre as principais placas de trânsito e tenha em mente que é sempre seu dever respeitá-las.

Todo motorista aprende a respeito da placa de transito durante as aulas para a obtenção da Carteira Nacional de Habilitação (CNH). (Imagem: Divulgação)

Todo motorista aprende a respeito da placa de transito durante as aulas para a obtenção da Carteira Nacional de Habilitação (CNH). (Imagem: Divulgação)

Como Surgiram as Placas de Trânsito?

As placas de trânsito foram uma iniciativa de empresas automobilísticas da Itália e dos Estados Unidos no começo do século 20. Além do intuito de ajudar a organizar o trânsito, elas também serviam como uma forma dessas mesmas marcas fazerem suas propagandas. Com o tempo, as placas foram se modernizando, assim como as regras de trânsito que são diferentes em cada região do mundo.

Significados das Placas de Trânsito

Cada placa tem um significado e elas se encaixam em algumas categorias bastante importantes que você verá abaixo. Por isso, é importante entender como cada uma delas são aplicadas, em que momento de sua condução elas se encaixam e também suas categorias.

Placas de Trânsito de Regulamentação

As placas de trânsito de regulamentação são as mais comuns e são aquelas que você sempre encontra na rua, indicando as condições das vias, as proibições e até mesmo restrições que cada uma delas tem. Elas são circulares com o fundo branco e bordas e/ou tarjas vermelhas como vire a direita, vire a esquerda, proibido estacionar, informação de velocidade máxima e outros.

As de regulamentação também possuem duas exceções: a placa de pare, que é vermelha para chamar a atenção, e a placa para dar preferência ao condutor que vem em uma via próximo. Esta última é triangular.

Placas de Trânsito de Advertência

Como o nome já diz, as placas de trânsito de advertência visam advertir o motorista sobre as condições das vias para evitar um possível acidente. Para que ela seja usada, é necessária uma avaliação do local para certificar de que realmente existe um perigo ali.

As de advertência são amarelas para que sejam facilmente visualizadas e, entre os exemplos, podemos encontrar obras, áreas de desmoronamento, curva, cruzamento e outros obstáculos que o condutor deve estar sempre atento.

As placas de trânsito de advertência visam advertir o motorista sobre as condições das vias para evitar um possível acidente. (Imagem: Divulgação)

As placas de trânsito de advertência visam advertir o motorista sobre as condições das vias para evitar um possível acidente. (Imagem: Divulgação)

Placas de Trânsito de Indicação

As placas de trânsito de indicação vão indicar as vias, os destinos e orientar o motorista sobre distância, localização e outras informações para que ele possa se localizar, principalmente em um local que ele não está acostumado a dirigir. Elas são divididas em quatro categorias: identificação, orientação de destino, educativas e serviços auxiliares e atrativos turísticos.

Placas de Identificação

Posicionam o motorista em relação a distância ou locais que podem ser o seu destino como as próximas cidades em uma estrada.

Placas de Orientação de Destino

Elas orientam o motorista para que lado continuar para chegar a seu destino ou se precisar fazer algum tipo de retorno.

Placas Educativas

As educativas reforçam alguns ensinamentos para que o motorista se encontre em segurança como utilizar o cinto, obedecer a sinalização, usar luz baixa e diminuir a velocidade durante um trecho com neblina e outras informações importantes.

Placas Indicativas de Serviços Auxiliares e Atrativos Turísticos

Já essas placas indicam o que o motorista – ou até mesmo pedestre – encontra nos próximos quilômetros: hospital, restaurante, posto de gasolina, aeroporto, hotel, praia e outros atrativos turísticos importantes para aquela localidade.

Placas de Sinalização Horizontal

As placas de sinalização horizontal são aquelas encontradas nas vias que demarcam a divisão de pistas e ajudam a organizar todo o fluxo de carros, pedestres e ultrapassagem no trânsito e na estrada. São elas:

Faixa simples contínua: não permite a ultrapassagem do lado que está pintada continuamente;

Faixa simples e seccionada: permite a ultrapassagem do lado que está seccionada;

Faixa dupla contínua: não permite a ultrapassagem dos dois lados e a via é trafega nos dois sentidos;

Faixa dupla seccionada: permite ultrapassagem dos dois lados.

As placas de sinalização horizontal são aquelas encontradas nas vias que demarcam a divisão de pistas. (Imagem: Divulgação)

As placas de sinalização horizontal são aquelas encontradas nas vias que demarcam a divisão de pistas. (Imagem: Divulgação)

Placas de Sinalização de Obras

Por fim, as placas de sinalização de obras orientam quando determinado trecho está em obras, indicando que pode haver depressão, pista irregular, mudança de sentido e desvio. Normalmente, elas não são fixas e ficam ali por um determinado período de tempo.

Essas foram os tipos de placa existentes no trânsito brasileiro. Elas são bem instintivas e saber o que significa ajuda a manter a sua vida e das outras pessoas em segurança.

Recomendados para você:

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (Sem votos)
Loading...