Lei do Farol Baixo – Estados que não Aceitam DRL

Home > Detran > Lei do Farol Baixo – Estados que não Aceitam DRL

No dia 07 de julho de 2016 foi sancionada a lei para todos os veículos que circularem em rodovias deverão obrigatoriamente usar o farol aceso durante o dia todo sob a pena de cometer uma infração média com 4 pontos na CNH e uma multa de R$ 85,13.

Objetivos do uso do Farol Baixo

O principal objetivo do uso do farol é para aumentar a segurança nas rodovias e assim poder evitar acidentes com automóveis de maneira frontal.

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF) com esta nova medida o veículo pode ser visualizado a uma distância de mais ou menos 3 km. Importante ressaltar que o farol não pode ser subsistido por farol de neblina, farolete ou farol de milha.

Lei do Farol Baixo

Lei do Farol Baixo. Imagem:Divulgação

Descumprimento da Lei do Farol

Caso o motorista seja autuado com os faróis desligados levará uma infração média com uma multa no valor de R$ 85,13 e quatros pontos na CNH (Carteira Nacional de Habilitação).

Diferença entre a Luz de Posição,Farol Baixo, Alto e Lanternas

Usar a luz certa na hora de conduzir um veículo é de extreme importância e essencial para trafegar tranquilamente, com isso pode-se evitar acidentes. Você sabe qual luz deve-se usar e em qual ocasião? A seguir uma breve explicação sobre o uso:

Pisca-alerta – Em imobilizações, para indicar que está parada. Em situações de emergência também pode indicar ao condutor que vem atrás algum perigo à frente e a necessidade de frear rapidamente.

Lanterna (luzes de posição) – Indicada para fins de embarque ou desembarque de passageiros e carga ou descarga de mercadorias durante a noite. Também usada em condição de baixa visibilidade durante o dia, como chuva forte, neblina ou cerração.

Farol baixo – Deve ser usado à noite nas vias iluminadas e durante o dia nos túneis com iluminação pública. Já as motos devem circular sempre com ele ligado.

Farol alto – Vias sem iluminação pedem por farol alto. Contudo, é preciso ficar atenta na mão contrária e, ao cruzar com outro veículo, diminuir a intensidade da luz.

Luz baixa e alta (intermitente e por curto período de tempo) – Essa sinalização é necessária na ultrapassagem ou para indicar a existência de perigo ao condutor da frente.

Lei do farol

Diferença entre a Luz de Posição,Farol Baixo, Alto e Lanternas. Imagem:Divuglação

DRL uma Opção para o Farol Aceso

Proprietários de veículos que já vem equipados com luzes diurnas, o sistema conhecido como DRL, ficaram com dúvidas a respeito do uso do mesmo.

O DRL não é incorporado na lei que passou a ter vigor nesta semana. Porém a Policia Rodoviária Federal (PRF) e o Ministério das Cidades fizeram um pronunciamento, informando aos motoristas que o DRL pode sim ser usado em substituição dos faróis baixos.

No Brasil, você já encontra alguns carros fabricados com o DRL, como é o caso do Peugeot 208, o Citroën C3, o Volkswagen Jetta e o Fiat 500.

 

 

 

 

 

Recomendados para você:

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...